Conheça 3 novas atrações gastronômicas de Orlando para 2017

unnamed-1-2

Diversão e Gastronomia na temporada de 2017 em Orlando

Este ano, Orlando preparou novas opções de restaurantes e entretenimento para receber os visitantes. Novas atrações, ótimas opções gastronômicas e locais imperdíveis para toda a familia, transformam a cidade em um roteiro totalmente inédito. Veja 3 novas atrações:

Planet Hollywood Observatory – na Disney Springs, abre suas portas com o clássico e mundialmente famoso, Chicken Crunch com molho Creole Mustard, além dos novos pratos que já podem ser conferidos no cardápio;

The Main Event Entertainment – foi inaugurado no Pointe Orlando na International Drive. Aqui, o lema é bem simples: “Coma. Jogue. Divirta-se”. A diversão é garantida para toda a família;

Toothsome Chocolate Emporium and Savory Kitchen – na Universal CityWalk, é o mais novo restaurante da cidade. Faça um tour pelo local, inspirado na temática retrofuturista do século 19.

FONTE: MERCADO E EVENTOS /  Lisia Minelli

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/parques-e-atracoes/conheca-3-novas-atracoes-gastronomicas-de-orlando-para-2017/

12 cidades para conhecer o passado da humanidade

Com a destruição de alguns sítios antigos ao longo do século 21 – como Palmira, na Síria, e as ruínas de Nimrud, devastados em ações do Estado Islâmico –, muito se questiona sobre como se dará a preservação de locais que datam de séculos e até milênios e carregam muito da história da humanidade.

Para quem busca reencontrar as origens da civilização em uma próxima viagem, a CNN elaborou uma lista com uma série de cidades antigas ainda preservadas que proporcionam uma volta ao passado. Confira a seguir 12 delas.

ANGKOR WAT, CAMBOJA

Pixabay

Pixabay

Mesmo sendo um destino ocupado por multidões e souvenires clichês, elementos como o Coliseu – um estádio de quase dois mil anos de idade, localizado no meio de uma cidade moderna, onde 50 mil espectadores reuniam para assistir a batalhas sangrentas – e outros monumentos conservados fazem de Roma um local único.

ISTAMBUL, TURQUIA

Pixabay

A construção feita por sucessivos impérios, de Bizâncio a Constantinopla até a Turquia moderna, deixou como legado para Istambul um horizonte instantaneamente reconhecível, que reúne elementos de todas as eras.

BAGAN, MYANMAR

Pixabay

Mais de dois mil templos budistas ocupam a planície ao longo do rio Irrawaddy, formando a paisagem de Bagan. As multidões no destino permanecem muito menores – e mais aventureiras – do que os grupos que enchem Angkor Wat ou Machu Picchu.

TIKAL, GUATEMALA

Pixabay

Escondida nas selvas da Guatemala, Tikal era uma cidadela maia que reflete mais de 1 mil anos de realizações culturais a partir de 600 a.C. A maior parte das antigas calçadas que ligam as três mil estruturas de Tikal foram limpas de vegetação, permitindo que os visitantes passeiem entre os edifícios, como era feito no passado.

CAIRO, EGITO

Pixabay

Para quem visita Cairo pela primeira vez, é um choque perceber como as pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge ficam próximas das ruas caóticas da cidade. Os túmulos de Gizé remontam a 4,5 mil anos e o Museu Egípcio de Antiguidades apresenta uma incrível coleção dos primeiros habitantes do Nilo.

QUIOTO, JAPÃO

Pixabay

A capital imperial do Japão por mais de 1 mil anos mantem preservada suas antigas tradições, como cerimônias do chá, enquanto caminha para o futuro. Em meio ao ritmo da vida moderna, é possível encontrar mais de 1 mil templos budistas e santuários.

PEQUIM, CHINA

Pixabay

Com seis patrimônios da humanidade classificados pela Unesco, o passado na China se estende por mais de três mil anos. Trata-se de um rico legado ainda preservado de arte, arquitetura e educação.

MACHU PICCHU, PERU

Pixabay

Nos Andes, a cidadela inca de Machu Picchu mantém uma aura de mistério e majestade, mesmo que receba milhares de turistas por dia. Quando os espanhóis conquistaram o Peru, a existência de Machu Picchu foi mantida em segredo. O complexo foi revelado ao mundo em 1911 e se tornou rapidamente o emblema da conquista inca.

ATENAS, GRÉCIA

Pixabay

Com cinco mil anos de história, a cidade moderna de Atenas encontrou uma forma de coexistir com seus icônicos monumentos históricos, como a Acrópole. Grande parte da vida social da cidade gira em torno dos monumentos, transformando as impressionantes ruínas da Grécia clássica em cenários casuais do cotidiano de Atenas.

PETRA, JORDÂNIA

Pixabay

A região entre o Mar Morto e o Mar Vermelho tem sido habitada desde os primeiros dias da humanidade. Por volta de 300 a.C., os governantes do Reino Nabatean reivindicaram a grandeza cultural da região esculpindo magníficos edifícios em falésias de arenito vermelho. Carros não são permitidos na cidade antiga. Quem não quiser andar precisa contratar um camelo, burro ou carruagem para se locomover pelo local.

STONEHENGE, INGLATERRA

Pixabay

Arqueólogos acreditam que o círculo de pedra pré-histórica pode ter sido construído há cinco mil anos. Existe um consenso de que a área era um cemitério, mas ninguém realmente entende como as pedras gigantes foram trazidas de tão longe como o País de Gales.

*Fonte: CNN

conteúdo original: http://cnn.it/2lo73oo

FONTE: PANROTAS / Brunna Castro

http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/destinos/2017/02/12-cidades-para-conhecer-o-passado-da-humanidade_144384.html?hotsite

Gastronomia de Quito revela diversidade dos pratos

quitook

A cidade de Quito está se consolidando como destino gastronômico internacional graças a sua variada e original proposta gourmet que une os sabores tradicionais da comida equatoriana com as técnicas da cozinha contemporânea. Essa combinação resulta em pratos deliciosos, coloridos e sofisticados, apreciados no almoço ou no jantar.

A atual inspiração nasce de uma nova perspectiva para a história e tradições da cozinha equatoriana, que resgata e reinterpreta os saberes dos indígenas, agricultores e pescadores, mantendo a estrutura dos sabores ancestrais e respeitando a biodiversidade.

Na zona de Las Casas, inserido em um ambiente simples e acolhedor, encontra-se o restaurante QUITU. Inaugurado em setembro de 2016, Juan Sebastián Pérez é o chef-fundador. Pérez, depois de ter viajado cinco vezes pelo país, reuniu os sabores das comunidades agrícolas costeiras, da serra e da amazônia para criar um menu de degustação que remete à uma viagem gastronômica pelo Equador.

QUITU, que significa “centro do mundo” no idioma dos índios quitus, oriundos da zona onde se encontra hoje a capital equatoriana, oferece 12 pratos classificados por região, que mudam todos os dias de acordo com o abastecimento de produtos frescos no restaurante.

Segundo o chef, a cozinha do restaurante faz uso de “novas técnicas de cozimento em cada ingrediente”, algo que permite inovar diariamente nas receitas e realçar os sabores. Entre as diferentes opções, destacam-se o porco acompanhado de batatas e legumes e lâminas de pargo roxo marinado no maracujá-banana (fruta regional) e pimenta, acompanhado de hortaliças cozidas na brasa. Para a sobremesa, beterrabas com farinha de milho torrado, misturado com açúcar e canela e chocolate, com cacau mirtillo e  “colada morada”; cacau amazônico em mousse ou milho torrado em sorvetes.

O atendimento é personalizado e, além da comida exótica, o QUITU serve boas bebidas, especialmente aguardente de fina destilação.

No URKO, a seleção de ingredientes nativos, sazonais, orgânicos e de qualidade também é importante. O chef, Daniel Maldonado, deixa de lado os métodos tradicionais e foca na criatividade para oferecer a cada dia pratos únicos a seus clientes, “inspirados nas lembranças, lugares e perfumes mas, acima de tudo, na maravilhosa quantidade de produtos que a terra oferece”.

A palavra URKO provém do quíchua “urcu” e significa montanha. Este restaurante, localizado na rua Isabel la Católica no bairro La Floresta, define-se pela identidade equatoriana, paixão pela cozinha e responsabilidade social. Busca conectar seus clientes por meio de três pontos de encontro distintos: o bar, um espaço casual com preparações inovadoras, o menu degustação, uma experiência gastronômica da alta cozinha, e a horta urbana, onde se cultivam os brotos e flores.

O menu degustação consiste em 10 passos que representam uma viagem pelo Equador, com duração de aproximadamente duas horas, baseado em produtos específicos de cada região, como o locro andino (sopa de carne com vegetais), o paiche amazônico, o milho doce e muitas outras delícias, com acompanhamentos opcionais.

Durante a viagem gastronômica pela cidade de Quito, é indispensável uma visita ao ZAZÚ, o restaurante liderado pelo chef David Picco, que foi eleito pelo guia Lonely Planet como “o ápice da cozinha equatoriana moderna”. Ali, as diferentes variedades de ceviche e coquetéis originais preparados no bar são os protagonistas na hora de seduzir os paladares mais sofisticados.

O ZAZÚ, que além de ter obtido o título “Cinco Diamantes” pela Academia Culinária da América, apresenta seu conceito por meio de dois menus para degustação, de 5 a 7 pratos, que se renovam com frequência a partir da disponibilidade dos ingredientes, que sempre são frescos e da estação. O cardápio tradicional possui uma variedade de pratos, que inclui mariscos, pescados, porco, cordeiro, filés, cogumelos, risoto, entre outros.

Outro lugar de destaque é o THEATRUM Quito, restaurante e bar, magnificamente localizado no segundo andar do Teatro Nacional Sucre, um dos mais antigos teatros de ópera da América do Sul, com vista privilegiada para o Centro Histórico da cidade.

Decorado com elegantes cortinas vermelhas e belos candelabros, o THEATRUM dispõe de um extraordinário cardápio da cozinha gourmet equatoriana e mediterrânea, mais dois menus de degustação para deslumbrar os sentidos. Além disso, o bar oferece mais de 150 marcas de vinhos para acompanhar  os diversos pratos.

A especialidade da casa é o polvo grelhado com vegetais, folhas verdes e tomate cereja com molho pesto. O THEATRUM também foi reconhecido por publicações de prestígio internacional, como a Condé Nast Traveler e foi qualificado com “Cinco Diamantes” pela Academia Culinária da América.

A Quito Turismo te convida a viver a cultura gastronômica de Quito e a degustar seus incríveis sabores, realçados pela cordialidade de seu povo.

FONTE: BRASILTURIS /Equipe da Redação

https://novo.brasilturis.com.br/gastronomia-de-quito-revela-diversidade-cultural-do-equador/

Índia dará chip de celular gratuito para turistas

O ministro do Turismo e Cultura Mahesh Sharma e outros funcionários durante o lançamento dos cartões SIM gratuitos pré-carregados em Nova Deli

O ministro do Turismo e Cultura Mahesh Sharma e outros funcionários durante o lançamento dos cartões SIM gratuitos pré-pagos em Nova Deli (Divulgação Facebook Mahersh Sharma)

A associação indiana de operadores turísticos (Indian association of tour operators – IATO) implementará um plano que dará a turistas cartões SIM gratuitos para utilizar enquanto eles viajam pelo país. Os visitantes receberão um pré-pago SIM contendo cerca de 75 centavos (em moeda local) para ligações e 50 MB de dados para navegação na internet.

O ministro do Turismo da Índia, Mahesh Sharma, crê que a iniciativa ajudará os turistas a se comunicarem imediatamente com seus parentes em casa, hotéis, operadores turísticos e assim por diante. “Tive essa ideia quando ganhei um cartão semelhante no Sri Lanka.”

“Acho que somos o primeiro país a oferecer cartões SIM gratuitos aos turistas. É um grande gesto e tornará a experiência de chegada melhor para os viajantes”, afirmou o vice-presidente sênior da IATO, Rajeev Kohli.

Para conseguir o cartão, o procedimento é simples. Assim que o visitante finaliza o processo do visto eletrônico e obtém sua autorização via e-mail, basta trazer o comprovante para o aeroporto no momento da viagem. Quando o turista for para o avião, ele apresenta a autorização no balcão do India Tourism Development Corporation, e ganhará um kit com o cartão SIM.

*Fonte: http://bit.ly/2l4QSvP

conteúdo original: Travel Pulse

FONTE: PANROTAS / Bruna Murback